Sexta-feira, 10 de Abril de 2009

Falta de carácter e cobardia política

O episódio Domingos Névoa, nada edificante para a Democracia, tem posto a nu a falta de carácter e a cobardia política do PSD nacional e das  estruturas concelhias, conectadas com a Braval.

 

Não conheço o Sr. Domingos Névoa, nem as acordos parassociais  em que se  fundamentou a sua eleição para presidente do Conselho de Administração da Braval. Admito, perfeitamente, não só a legalidade do acto, como a sua previsibilidade atenta a prévia existência daqueles acordos. Todavia, creio que no contexto em que tal eleição se realizou, com a polémica ainda bem fresca de uma recente condenação (aliás muito leve, a serem os factos verdadeiros), ainda que não transitada em julgado, a referida eleição foi, no mínimo, imprudente. Muito imprudente mesmo.

 

Mas o que é chocante, no meio disto tudo, é o facto de ter havido unanimidade na referida eleição. Isto é: ninguém votou contra. Podem dizer-me que a Câmara Municipal de Braga é a principal accionista da Braval e que por si só (não sei se é o caso) dispunha do nº de votos suficientes para assegurar a eleição da pessoa em causa, mas como quer que fosse, nada obstava que os outros votassem contra ou se abstivessem, marcando assim a sua posição contrária à referida eleição.   Ou será que o PSD, na Assembleia da Reública, vai passar a votar a favor das propostas do PS. só porque não dispõe de nº de deputados suficiente para obter ganho de causa?

 

Ora esta gente, depois de ter votado a favor, vem para a praça pública com grande alarido e mostrando grande indignação gritando histérica ou histriónicamente "aqui del-rei" que o PS elegeu um corrupto.

 

Só uma enorme falta de carácter explica isto.

De contrário, todos deviam fazer mea culpa..

publicado por casadasagras às 23:41
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Anónimo a 15 de Abril de 2009 às 10:09
Este converseio da "unanimidade" é desculpa de mau pagador. Quem andou até ágora com "coisas" na escolha dos conselhos de administração e do novo Director-geral? Braga. Baptista conseguiu eleger um representante povoense para algo que atinge sobremaneira a Póvoa de Lanhoso. Se Baptista tivesse votado contra, não teria qualquer representante e hoje estariam os mesmos a afirmar novamente que a Dr.ª Rita Araújo, indicada pela Agere, é "que estaria a representar o município povoense!".
A falha não é a unanimidade. Foi a "precipitação do nome Domingos Névoa" (Santos Silva, sic). Não haveria outra solução dentro da Agere? Como foi a discutível escolha de um Director-executivo, um quadro técnico, familiar do actual Presidente do Município bracarense, precisamente antes das eleições autarquícas, em que se prevê mudanças no executivo.
A unanimidade no timing certo e sem precipitações, aconteceria de igual modo após outubro. Quem quís "precipitar" situações não foi com concerteza o município povoense.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. O que diz Passos Coelho?

. Ressuscitado? ainda não! ...

. Um laivo de dignidade.

. Novos Orgãos Autárquicos

. Curiosidades

. Eleições Autárquicas

. Autárquicas 2013

. Sócrates não desiludiu.

. Novidades Muitas

. Foi muito importante o c...

.arquivos

. Dezembro 2014

. Outubro 2014

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Junho 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

.tags

. todas as tags

.favorito

. As gorduras, sempre as go...

. Um Exemplo de Coerência

. Opções Erradas

. O MONSTRO

. Contradições

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds