Sábado, 21 de Fevereiro de 2009

Um buraco, não! Uma cratera, sim!

O conhecido buraco do BPN, não é um simples buraco. A sua dimensão é tal, que merece um outro qualificativo. Uma cratera! E o que espanta no meio disto tudo, é o modo como os media estão a passar ao lado ou por cima do tema, como gato sobre brasas. Especulam sobre o Freeport (cuja investigação nos informam, que agora está a prosseguir a bom ritmo, felizmente), quando apenas se levantam hipóteses e suspeições, e não escalpelizam a questão BPN , situação em que há factos apurados e responsáveis conhecidosa. E os montantes envolvidos ou não são  comparáveis em termos da sua dimensao ou, no mínimo, devemos considerar de um lado a sorte grade e do outro a terminação.

 

E depois, toda a gente se atira ao Banco de Portugal, invocando falhas na regulação. Pois bem, é provável que este pudesse ter feito melhor. Mas, e aqueles que praticaram os actos saem incólomes disto tudo?! Eu sei que isto doi ao PSD (e comunicação social que lhe está afecta), que gosta muito de chutar para a frente para acusar ou outros, e para canto quando se trata dos seus. E metade dos ministeriáveis do PSD passaram por lá. Mas daí até condenar os polícias e absolver os ladrões, deve impôr-se, ao menos, a distância de um pouquinho de ética e uma pitadinha de seriedade.

 

Não é pedir muito. Mas infelizmente, parece que nem isso.

publicado por casadasagras às 23:52
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De barbara a 22 de Fevereiro de 2009 às 16:02
homenagem

Quelhas é o autor sobradelense, povoense, de sobradelo da goma, da póvoa de lanhoso, do minho, que mais livros vendeu em portugal e no estrangeiro…

Quelhas é o autor povoense que mais livros vendeu, na Póvoa de Lanhoso e no estrangeiro, principalmente em Zurique. Natural de Sobradelo da Goma, um Sobradelense de gema. Freguesia pertencente à vila e concelho de Póvoa de Lanhoso na província do Minho. Terra da Maria da fonte e do artesanato em ouro e da filigrana. Terra turística. Na aldeia de carreira os mais lindos hotéis rurais do Minho. Tipicamente minhotos, onde se avista a barragem das andorinhas e a serra da cabreira, o castelo de Lanhoso, a senhora do Sameiro em braga, junto do sopé do monte ou serra do Merouço, onde os cavalos semeiam liberdade. Na pequena aldeias é onde nascem grandes homens, mesmo de estatura baixa, são grandes homens, homens com H grande… Escritores e autores, doutores e engenheiros, políticos e juízes e Sobradelo da Goma não foge à excepção e é lá que nasceu o homem e o escritor nato que mais livros vendeu na Póvoa de Lanhoso e estrangeiro, excepto em Portugal, porque só Altino do Tojal natura, também ele irmão de Sobradelo, vendeu mais exemplares de obra de livro que João Carlos Veloso Gonçalves, o dito Quelhas, inspirador de sonhos e de poemas de vida, histórias para crianças e história de Portugal entre muitas críticas sociais construtivas e notícias de jornal. Póvoa é uma terra pacata onde os autores tem dificuldade em se dar a conhecer e chegar à meta a que se propuseram. Por isso migram ou saiam para os grandes centros urbanos. Quelhas criticado até mesmo pelos políticos, porque não gostam de ouvirem verdades e ele próprio diz que peca por muitas e muitas vezes dizer o que pensa e o que lhe vai na alma. Quelhas um literato ocasional que causa muita dor de cotovelo e de barriga a outros autores locais da Póvoa de Lanhoso e arredores. As pessoas do domínio. A gentes da sociedade em geral. O poeta, assim como é conhecido, tem se demonstrado capaz de fazer qualquer tipo de escrita para além de poemas, um pouco de tudo em geral, estão no seu caminho meios que o ajudam a mostrar aquilo que sabe e deve fazer em liberdade de expressão, por isso emigrou e a par com a sua profissão escreve sem parar até Certos, o reconhecerem!



De joão vieira a 23 de Fevereiro de 2009 às 19:59
Era interessante saber o nome dos administradores que passaram pelo banco e a sua colagem política. Nenhum partido escapava. Uma mão lava a outra e ninguém "bufa" porque todos estão cúmplices e o maior culpado é o do Banco de Portugal porque não teve coragem de os meter na linha. Só tem coragem para dizer que os aumentos salariais do trabalhador português não podem ser muito elevados porque a economia não os suporta.
Por causa de uma caçada, o ministro da Justiça de Espanha demitiu-se. Esses são Homens que não se escondem atrás do poder.
Para terminar, uma tirada de Eça de Queirós ao governo da época, mas que é actual:
" Este governo não cairá porque não é um edifício, mas sairá com benzina porque é uma nódoa."( Conde de Abranhos)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. O que diz Passos Coelho?

. Ressuscitado? ainda não! ...

. Um laivo de dignidade.

. Novos Orgãos Autárquicos

. Curiosidades

. Eleições Autárquicas

. Autárquicas 2013

. Sócrates não desiludiu.

. Novidades Muitas

. Foi muito importante o c...

.arquivos

. Dezembro 2014

. Outubro 2014

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Junho 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

.tags

. todas as tags

.favorito

. As gorduras, sempre as go...

. Um Exemplo de Coerência

. Opções Erradas

. O MONSTRO

. Contradições

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds