Domingo, 8 de Fevereiro de 2009

Virgens Ofendidas

Uma das polémicas dos últimos dias, tem andado à volta do alarde público feito por dois procuradores que investigam o cado Freeport , de que poderão estar a ser escutados pelo SIS, o que já foi desmentido veementemente por tais serviços.

 

Mas a questão não é essa: a questão está em saber porque é que duas pessoas com acrescidas responsabilidades no aparelho judicial, lançam este tipo de suspeições em termos públicos, sem que préviamente se certifiquem do que afirmam, efectuando a sua própria investigação, pedindo as competentes peritagens aos equipamento - recorde-se que têm legitimidade e autoridade para tal. Procedendo desta maneira, reagem como virgens ofendidas, tentando indirectamente atacar o executivo, mas, pelo caminho, denegrindo outras instituições da República e, em última instância, desprestigiando verdadeiramente o poder judicial, que aos olhos do cidadão comum, cada dia merece menos crédito.

 

Deus nos livre de uma república de juízes...e procuradores. 

publicado por casadasagras às 15:22
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Zé da Burra o Alentejano a 25 de Fevereiro de 2009 às 12:36
Quero lá saber de Freeport , é só mais um caso a juntar a tantos outros já noticiados que dão em nada. Em Portugal existe uma norma que bloqueia a normal investigação e prova criminal. Assim, fica-se pela aplicação da lei e mais nada: A LEGALIDADE PREVALECE SOBRE A VERDADE.
Assim, mesmo sem considerar as muitas prescrições porque os meios são escassos e os prazos curtos. Pode até provar-se um crime e não se provar nada, simplesmente porque as provas não podem ser consideradas: ou porque foram conseguidas sem a autorização prévia de um juiz; ou porque se consegue levantar a suspeita de que o juiz não é imparcial e assim as provas deixem de ser válidas; ou se atrasam sucessivamente as sessões dos julgamentos por "anomalias processuais"; enfim um não acabar de obstáculos. Não admira por isso que todos os casos mediáticos idos a Tribunal até hoje, que envolveram figuras de relevo, tenham acabado ou estejam em vias de acabar com condenações insignificantes, penas suspensas ou sem qualquer condenação.

O motivo são as leis deste país, feitas pelos ilustres políticos que as idealizaram, aprovaram e fizeram entrar em vigor. Nunca mudará nada enquanto os portugueses mantiverem a sua orientação de voto neste "Centrão" PS/PSD que há 30 anos nos governa alternadamente.

Zé da Burra o Alentejano


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. O que diz Passos Coelho?

. Ressuscitado? ainda não! ...

. Um laivo de dignidade.

. Novos Orgãos Autárquicos

. Curiosidades

. Eleições Autárquicas

. Autárquicas 2013

. Sócrates não desiludiu.

. Novidades Muitas

. Foi muito importante o c...

.arquivos

. Dezembro 2014

. Outubro 2014

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Junho 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

.tags

. todas as tags

.favorito

. As gorduras, sempre as go...

. Um Exemplo de Coerência

. Opções Erradas

. O MONSTRO

. Contradições

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds