Terça-feira, 26 de Maio de 2009

A justificar uma investigação

A falência da emppresa Tujeira, ao que se diz fraudulenta, levanta muitos e sérios problemas no que diz respeito ao relaccionamento da Câmara da Póvoa de Lanhoso e do seu presidente, com a referidade entidade, pois corre na praça o nome de quem intermediava os negócios entre a Câmara e a referida empresa, assim como  são referidas as relações promíscuas existentes entre os vários intervenientes, bem como a pressa da Câmara em entregar obras em curso a outra empresa, que os mesmos sócios ou os seus testas de ferro, logo consituiram. a Ricobra.

Perante o que se consta, justificava-se uma investigação por parte de quem tem a responsabilidade de velar pelo cumprimento da legalidade.

publicado por casadasagras às 23:50
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Finalmente falou...

Oliveira e Costa, ex presidente do BPN, finalmente falou. E falou com estrondo. Não disse tudo, concerteza. Por razões de estratégia pessoal. Por razões de ordem penal, visto ser arguído em processo crime. E por razões de sigilo bancário. Mas disse o bastante para inquietar Dias Loureiro e Cavaco,  este por extensão, mas também Joaquim Coimbra e outros. Como já escrevi neste Blog, houve meio PSD que passou pelo BPN ou pela SLM, com diferentes níveis de responsabilidade, mas sempre com funções de topo. Citei vários, na altura. Não vale a pena repetir. Alguns devem estar quietinhos no seu canto, a ver se escapam, incólumes, a este vendaval, que as declarações de OLiveira e Costa, por certo vão provocar. A ver vamos.

publicado por casadasagras às 23:35
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 17 de Maio de 2009

Mostrar o que Vale

Agora que mais uma empresa com elevado grau de empregabilidade na Póvoa de Lanhoso, entra em proceesso de insolvência, colocando em risco mais 300 postos de trabalho, é mais uma vez  altura do nosso Presidente da Câmara mostrar o que vale. Não foi uma das suas principais promessas eleitorais trazer novas empresas geradoras de emprego para o nosso concelho?, valendo-se, precisamente, da sua qualidade de empresário e da (suposta) influência que detinha junto dos seus pares? Afinal de que está à espera?

sinto-me: Angustiado
publicado por casadasagras às 23:16
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sábado, 16 de Maio de 2009

Coisa Feia

Embora não me considere uma pessoa ligada ao fenómeno do futebol, acompanho minimamente o que se passa no âmbito dessa actividade desportiva. Por tal razão, tb não tenho deixado de acompanhar a vida e as vicissitudes do Mª da Fonte, que neste momento, como todos sabemos, atravessa uma fase difícil.

 

O que espanta - e choca - é o sacudir a água do capote por parte de alguns responsáveis do clube, desde o Presidente ao Treinador, atirando todas as culpas do descalabro para um único membro da Direcção ( ou ex membro). Se as coisas tivessem corrido bem, era vê-los impantes, a reclamar os louros da vitória e a chamar a si todos os méritos do feito. Como correram mal, a responsabilidade não é sua. É dos outros, ou do outro, neste caso. Fazem-me lembrar os administradores do BPN. Todos uns anjinhos. Ninguém sabia de nada. A culpa, coitada, vai continuar solteira. Coisa feia, em suma.

sinto-me: solidário com o acusado
publicado por casadasagras às 00:03
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Sexta-feira, 15 de Maio de 2009

Cavaco Silva - Visita Oficial ou Visita Turística

Parece-me no mínimo abusivo, dizer que o casal Cavaco termina hoje a visita oficial à Turquia. Esta já lá vai há muito. O que terminou hoje, foi a sua visita turística à Turquia. Imaginem o Primeiro-Ministro, José Sócrates,  emendar numa visita oficial a um qq País, três dias de deâmbulo turístico. Um autêntico terramoto. A oposição pediria a guilhotina.

sinto-me: Desapontado
publicado por casadasagras às 21:33
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 14 de Maio de 2009

Finanças do Município em Estado Calamitoso

Os contactos mantidos nos últimos dias com alguns empresários do nosso concelho, deixaram-me tão surpreso como preocupado.Não imaginava, como certamente ninguém imagina, quão calamitosa é a situação financeira do nosso Município. Pelo que eu perecebi e pelas informações que me foram transmitidas, a Câmara, últimamente, a ninguém tem pago.Há várias empresas com sérias dificuldades de tesouraria, decorrentes das dívidas assumidas pela Autarquia. São situações, nalguns casos, verdadeiramente dramáticas. Com compromissos assumidos de carácter inadiável,  na expectativa de que a Câmara, enquanto pessoa de bem, honraria os prazos de pagamento estipulados.

 

 A situação era previsível que viesse a acontecer, a dúvida era apenas o quando. Foi agora.  Um candidato à Presidência da Câmara que alardeia que para fazer obras o dinheiro não é problema, basta imaginação, é óbvio que está a declarar públicamente a sua total irresponsabilidade e a sua absoluta inépcia para o exercício do cargo,. Transmitie a ideia de que se pode gastar à tripa forra. O dinheiro há-de aparecer. Assim foi. As consequências estão a vista. Um gestor - e por maioria de razão um gestor da coisa pública - tem de incutir rigor e fazer dele a sua imagem de marca. Os recursos são sempre limitados e insuficientes relativamente às necessidades, desejos e expectativas.Por isso, há que ser disciplinado e selectivo na sua gestão e aplicação. Esta Câmara tem primado pelo esbanjamento, pelo gasto supérfluo, pelo fogo-de-vistas, pelas políticas errantes, pela falta de estratégia, pela ausência de planeamento. O que verdadeiramente sobressai na sua postura, é o novo-riquismo e a fanfarronice.

 

Bem andaram as Juntas de Freguesia em exigir o crédito dos montantes vencidos, à luz do acordo prévia e oportunamente firmado com o Presidente da Câmara, antes de votarem o último empréstimo. Pois, se assim não tivessem procedido, se não tivessem batido o pé, podem crer que não receberiam nenhum. E agora contentem-se com este. Não vai haver mais.

sinto-me: Preocupado
publicado por casadasagras às 22:32
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 9 de Maio de 2009

As magistraturas em maus lençois

A sondagem hoje publicada pelo expresso, não deixa dúvidas sobre a erosão que o prestígio e a confiança nas magistraturas e, consequentemente, no sistema de justiça, está a sofrer. E a coisa não é para menos. A par de excelentes magistrados, por certo a maioria, nos últimos anos aqueles corpos de justiça têm sido tomados por elementos que se conseguem alcandorar a seus representantes, que mais do que magistrados, têm é procurado assumir outros papeis, de que se deviam arredar, intervindo no debate político e tentando influenciar o curso dos acontecimentos, cuja condução se encontra reservada a outros orgãos de soberania. Quando os magistrados se transformam em figuras mediáticas, a justiça só pode estar doente; Quando o poder Judicial  se constitui um orgão de soberania, mas os respectivos Juízes e Procuradores, se associam em Sindicatos, alguma coisa está mal. Ou Poder Judicial não se deve constituir em orgão de soberania, ou os sindicatos não devem (ou não deviam) existir. Quando as duas coisas coexistem, a Justiça só pode estar doente; Quando o segredo de justiça é desrespeitado despudora e desavergonhadamente, por quem devia ser o seu primeiro garante - os polícias e respectivo aparelho judicial -, a Justiça, só pode estar doente; Quando os Juízes fazem, ou permitem que façam, de uma detenção um autêntico espectáculo público, convocando  televisões e tudo quanto é meio de comunicação social, a Justiça só pode estar doente; Quando esses mesmos juizes fazem interrogatórios durante uma noite inteira, sem qq período de descanso para o arguído, e sem respeito pela capacidade de resistência e pela dignidade humana, a Justiça só pode estar doente; Quando um arguído é interrogado horas a fio, sem que lhe sejam relatados os factos de que é acusado, para que os possa contraditar, a Justiça só pode esta doente; Quando os juízes marcam uma série de julgamentos para o mesmo dia e hora, obrigando todos os participantes a comparecerem nesse dia e a essa hora, e depois chegando tárdiamente ao tribunal, adiam tudo e toda aquela gente se vai embora, sem um simples pedido desculpas, obrigando-os a voltar dentro de algum tempo para tudo se repetir de novo, quando isto acontece e acontece muitas vezes, a Justiça só pode estar doente; Quando os Juízes e Procuradores intervêm de modo ilegítimo, crítico e feroz na actividade de outros orgãos de soberania, aliás eleitos, e se mostram feridos na sua vaidade se alguém ousa dizer o que quer que seja sobre o seu próprio desempenho, situação em que cai o Carmo e a Trindade - aqui del-rei que estamos a ser pressionados -, quando isto aontece e eacontece frequentemente, a Justiça só pode estar doente. Quando um Juiz é acompanhado da sua habitação até ao Tribunal, por um autêntico exército de repórteres, chegando-se ao extremo da utilização de helicópteros para o efeito, tal o espectáculo mediático montado, a Justiça já não só está doente, como vive uma situação de verdadeira paranóia. A Justiça, entendeu eu, para ser eficaz deve ser discreta. Os magistrados devem fazer o seu trabalho - que deve ser um autêntico trabalho de formiguinha - com empenho, determinação, eficiência e sem (ou com o mínimo) de exposição pública. Convenhamos que certamente é este o procedimento da maioria dos magistrrados - o Trigo. Mas, infelizmente, as magistraturas, estão actualmente insadas de Joio. E este tem-se vindo a sobrepor aquele. Para mal de todos nós.

sinto-me: Apreensivo
publicado por casadasagras às 22:40
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Segunda-feira, 4 de Maio de 2009

Bem Prega Frei Tomás

A recente alteração da lei do financiamento partidário, foi aprovado por todos os partidos ao arrepio dos principais debates que se têm verificado na sociedade portuguesa, nomeadamente no que  tange à transparência e à corrupção.

 

Esta lei vem escancarar as portas aos favores pagos com dinheiro vivo, sem qq controle. Deixa de ser necessário emitir recibos em nome de um qq Jacinto Capelo Rego e quejandos.

 

Numa altura de sérias  dificuldades ao nível económico e social,  legislar sobre esta matéria e nos termos em que foi feito, só serve para aumentar o fosso entre a a classe política e o eleitorado. Para além disso, não me pareceu ético invocar a necessidade de resolver um problema ao P.C. por via da contabilização das receitas da festa do Avante. Se a questão fosse essa - ou apenas essa - sempre haveria forma de a ultrapassar. O PC foi mero bode expiatório, neste caso. Aos partidos políticos que aprovaram a lei - e foram todos, repita-se - bem se lhe pode aplicar o velho adágio popular: "Bem Prega Frei Tomás"...

publicado por casadasagras às 00:09
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Domingo, 3 de Maio de 2009

Esticar a Corda

Penso que o PS está a esticar demasiado o episódio, lamentável, sem dúvida, Vital Moreira. Esticar demasiado a corda pode ser contraproducente. Para além de não ser bonito.

publicado por casadasagras às 23:51
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. O que diz Passos Coelho?

. Ressuscitado? ainda não! ...

. Um laivo de dignidade.

. Novos Orgãos Autárquicos

. Curiosidades

. Eleições Autárquicas

. Autárquicas 2013

. Sócrates não desiludiu.

. Novidades Muitas

. Foi muito importante o c...

.arquivos

. Dezembro 2014

. Outubro 2014

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Junho 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

.tags

. todas as tags

.favorito

. As gorduras, sempre as go...

. Um Exemplo de Coerência

. Opções Erradas

. O MONSTRO

. Contradições

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds